Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2014

Regresso com novas formas de atingir os objetivos.

Passado um período mais afastado da orientação este fim de semana marcou o meu regresso com o 1º estágio do grupo de seleção sénior na Marinha Grande. Um estágio que o principal objetivo era o novo selecionador se dar a conhecer e conhecer os atletas que pertencem ao grupo.

O período que tive mais afastado da orientação serviu para eu repensar os meus objetivos na modalidade pois sentia que estava a ficar um pouco saturado e estava a perder a paixão e o prazer em realizar um percurso de orientação. Ao longo da época passada em muitas alturas esqueci-me porque é que escolhi esta modalidade para praticar e me dedicar. Esta situação foi se refletindo nos meus resultados e apesar de ter conseguido ser apurado quer para o campeonato da Europa quer para o campeonato do Mundo em ambos os casos fiquei aquém dos meus objetivos. Ter falhado os objetivos não é principal causa do meu afastamento porque como todos sabem nem sempre conseguimos atingir as metas que desejamos, mas é preciso sentir que…

Porto City Race

Com o início da preparação da nova época já ultrapassada e com os treinos regulares estava na altura de ver a minha evolução em relação à 1º semana de trabalho. A 3º edição do Porto City Race surge num fim de semana em que os trabalhos académicos ainda estão muito no início proporcionando a minha participação pela primeira vez neste evento. Um programa com 3 competições nas diferentes zonas do Porto levou a que muitos atletas, incluindo eu, não perdessem a oportunidade de conhecer a cidade fazendo o que mais gostam.

Dia 1 - Porto City Race by night

Sexta-feira à noite as ruas da baixa receberam a 1º etapa com um percurso exigente fisicamente e pernadas variadas o que me fez desfrutar imenso do início ao fim. Não comecei da melhor forma logo com uma má escolha de itinerário para o ponto 1, mas o ritmo forte de corrida fez com que eu não perdesse demasiado tempo para os outros atletas, nomeadamente o Jonas Vytautas Gvildys que no ultimo campeonato do mundo ficou em 9º lugar na prova urban…

Na Marinha Grande para o início da preparação.

Após 15 dias de descanso e lazer voltei aos treinos para preparar os meus objetivos para a nova época 2015 sem esquecer que ainda tenho algumas metas para o presente ano.

O início da época este ano foi no Algarve onde me encontrava com a minha família, uns belos dias com umas boas corridas pela praia para ganhar ritmo para o que se seguia, uma semana e meia na Marinha Grande.

Aproveitando as condições proporcionadas pelas instalações da Federação Portuguesa de Orientação resolvemos (eu e o Manuel Horta e ainda o Paulo Franco nos últimos dias) iniciar a preparação com muitos treinos de orientação, uma vez que em tempo de aulas/ trabalho não temos disponibilidade para treinar com mapa diariamente.

O verão é sempre um período onde reina a descontração mesmo quando se está a treinar. É nestas alturas que eu retiro o maior prazer de praticar orientação, uma vez que na maioria das provas encaro de uma forma muito séria e o meu prazer em fazer o percurso de orientação é claramente influenciado …

WOC 2014 - Sprint Q e Sprint Relay

Sprint Q

Este campeonato do mundo foi a minha 3 participação numa competição sénior ao mais alto nível. Depois do WOC 2013 e do EOC 2014, cheguei ao WOC 2014 com o objetivo de marcar outra vez presença na final de sprint e melhorar o resultado obtido no ano passado (34º).

A 1º parte da tarefa não me parecia muito difícil e sabia que mesmo não estando ao meu melhor nível esta época era possível marcar presença nessa final. Final essa que me escapou por apenas 8 segundos mas por 3 lugares, uma qualificatória muito rápida onde a margem de erro era mínima apenas me posso culpar a mim por não ter alinhado na final. Erros grosseiros e falta de ambição durante o percurso tiveram o resultado merecido: ficar de fora da final.
Podem ver nas seguintes imagens os erros que me colocaram de fora da final (a laranja está o que eu fiz e a verde está o que deveria ter feito)
WinSplits
Mapa

Apesar de eu não ter feito parte da final de realçar o facto de Portugal colocar 2 atletas nessa final igualando assim …

Tempo de pensar no WOC 2014

A faltar menos de 15 dias para começar o campeonato do mundo de orientação já vivo na ansiedade de representar mais uma vez o meu país. Passo grande parte do dia a pensar nos meus objetivos para a competição e a preparar-me da melhor maneira para concretizar esses objetivos.

O meu último grande teste foi este fim de semana com a participação nos campeonatos nacionais de sprint e distância longa no surpreendentemente belo concelho de Penedono. Cheguei a Penedono como campeão nacional de sprint em título e com o 4º lugar na distância longa, ambos alcançados no ano passado e esperava renovar o título e atingir o pódio no nacional de distância longa. Tinha os meus objetivos bem traçados e sentia-me capaz de os alcançar.
No entanto, uma 1º manga do sprint muito abaixo do esperado fez com que partisse para a 2º manga já com 52 segundos de atraso para o melhor tempo e em 6º lugar. Tinha assim uma tarefa muito difícil pela frente, que ficou ainda mais difícil quando perdi totalmente a minha con…

Campeonato Nacional de Estafetas 2014 - Dunas de Cantanhede

Este fim de semana todos os orientistas rumaram até às dunas de Cantanhede - Tocha para participar nos 2 primeiros dos 4 campeonatos nacionais que se vão disputar neste mês. O 1º título nacional a estar em disputa foi o de distância média, título esse que à semelhança do ano passado eu não tive oportunidade de disputar por ter compromissos académicos. No entanto, pela primeira vez desde que corro pelo Clube da Natureza de Alvito participei no campeonato nacional de estafetas com uma equipa completa!

Fiz o primeiro percurso dos 3 que compõem a estafeta. Realizei uma prova mediana logo com um erro no ponto 2 que fez com que perdesse muito tempo, mas por ser uma prova de estafetas e ainda estarmos no 1º percurso é muito provável que não se perca tempo sozinho e eu tive a "sorte" de perder tempo com 2 excelentes atletas e meus companheiros de seleção o que fez com que fosse possível voltar a chegar à frente pois o ritmo imposto foi elevado. Na passagem pelo ponto de espetadores v…

Campeonato do Alentejo de Pista

Já vai longínquo o mês de dezembro de 2013, foi no início desse mesmo mês que eu tinha feito a minha última prova de atletismo. Com toda a preparação para o campeonato da Europa de orientação e a faculdade, o atletismo passou a não ser prioritário. Não corri os corta-matos que normalmente corro nem muitas das minhas provas favoritas de estrada.

Com o final do campeonato da Europa e totalmente recuperado quer física quer mentalmente era altura de voltar a competir. O campeonato do Alentejo de pista, em Elvas marcou assim o meu regresso, participei na prova de 5000m e tinha 2 objetivos para essa prova. O primeiro era o título de campeão do Alentejo e o segundo era estabelecer o meu recorde pessoal da distância na casa dos 15'15''.
Durante a semana de treino nunca estive muito confortável e no momento da prova também não tinha a melhor das sensações. No início até estava tudo dentro do plano, mas a partir do momento em que assumi o comando da prova comecei a quebrar devido ao c…

EOC 2014: Análise

Após uma semana intensa de competição é agora hora de descansar um pouco e refletir sobre a minha prestação neste campeonato da Europa. Para os mais atentos já devem saber que eu corri duas distâncias individuais (sprint e distância média) e dei o meu contributo numa das 2 equipas de estafeta que competiram.

Durante esta época este campeonato era um dos meus principais objetivos. Contudo, a minha preparação esteve longe de ser a mais desejada para estar no meu melhor em todas as provas. Este é primeira (e talvez todas as restantes derivem desta) grande razão por eu não estar 100% satisfeito com a minha participação neste campeonato da Europa.

A minha participação começou com a qualificatória para a final da distância média. Uma prova num terreno muito rápido com um percurso que não requeria elevado nível técnico onde eu não estive à altura. Mesmo antes de começar a prova sentia-me derrotado e com a necessidade de mostrar que sou capaz de fazer na floresta o que já provei ser capaz em pr…

Tempo de orientação e concentração!

Desde o último post muito se passou na orientação nacional. O pelotão nacional esteve em Gouveia a participar no Portugal "O" Meeting e logo no fim de semana seguinte esteve presente em Arraiolos para mais uma prova do calendário nacional.

O grupo de seleção de orientação pedestre não parou e este fim de semana esteve em Coruche para o penúltimo estágio de preparação para o campeonato da Europa.

Campeonato da Europa que já ocupa grande parte do meu pensamento no dia-a-dia, por isso não ter publicado nada acerca das provas que participei nas últimas semanas. É tempo de concentração e aproveitar todo o tempo livre para preparar o campeonato quer física quer tecnicamente.

Estou a entrar na ultima fase de preparação motivado e confiante em conseguir alcançar os objetivos a que me propôs. Mas isto todo tem que ser acompanhado com o trabalho da faculdade que também não pode ficar para trás. Vou tentar manter todos os leitores informados acerca da minha evolução desportiva para em mea…

3rd Mediterranean Championships in Orienteering WRE

Sátão e Aguiar da Beira receberam os imensos atletas que se deslocaram até lá para usufruir dos excelentes terrenos para a prática de orientação que esta região já demonstrou ter.

Apesar do frio que se fez sentir durante todo o fim de semana a competição não foi em momento algo gélida. 3 WRE em 3 provas para o escalão de homens elite fez com que todos tenham dado o máximo em todas as etapas e eu não foi exceção!
Mais uma vez o meu principal foco era a minha prestação no sprint, mas ao contrário do que já vai acontecendo nas provas de floresta a fluidez de navegação tarda em aparecer.

Terminei o fim de semana com a sensação que podia ter feito muito melhor em todas as etapas, mas tenho que salientar o meu percurso de distância longa que me surpreendeu. Apesar de alguns erros nas pernadas mais curtas senti-me bem na navegação e até fisicamente numa prova que tem uma duração que eu não estou acostumado. 

Analisando os meus parciais e erros na prova de sprint tenho a salientar as seguintes pe…

Andaluzia "O" Meeting 2014

Com a interrupção entre semestres da faculdade houve a oportunidade de participar pela primeira vez no AOM, atualmente a prova em Espanha mais participada.
O facto de haver 2 WRE (world ranking event) e eu precisar de contactar mais constantemente com o mapa em competição fizeram-me trocar a minha participação do campeonato do Alentejo em Corta-Mato, competição que eu esperava lutar pela vitória esta época, por um fim de semana no país vizinho.
Punta Umbria, Huelva foi assim palco de 4 provas (Mass start, distância média, sprint e distância longa) em 3 dias repletos de competição e que eu não estive como gostaria. Nos últimos tempos tenho vindo a falar de estar preocupado com a minha forma física e a minha atual qualidade de navegação e ambos os problemas continuam presentes. Nestas miniférias tentei treinar mais com mapa e ser muito regular a treinar fisicamente, 15 dias após esse regime sinto algumas melhorias mas ainda me sinto longe do que posso chegar. A prova deste fim de semana se…

Norte Alentejano "O" Meeting - primeira prova do ano

Este fim de semana regressou a competição para mim, a primeira neste novo ano. O mês de Janeiro tem sido intenso com o estudo para os exames e isso afastou-me de alguns estágios, provas de orientação e competições de atletismo.  O Norte Alentejano "O" Meeting inicia uma pequena mudança, pois os exames terminam esta semana e as competições da orientação nacional estão de regresso em força com o já habitual período onde recebemos muitos atletas estrangeiros que procuram o nosso sol e terrenos sem neve para poder treinar/competir ao mais alto nível.
Como já estava à espera os meus níveis técnicos e físicos não estão como eu gostaria e isso deixa-me algo apreensivo, sei que ainda falta algo tempo para o campeonato da Europa, mas sentia-me muito mais motivado se nesta altura a minha forma já fosse um pouco mais avançada. 
Durante o percurso de orientação não me consigo motivar a superar os limites, não imponho ritmos muito altos e perco demasiadas vezes contacto com o mapa. Isso ref…